Orientação vocacional e Profissional

Orientação vocacional e Profissional

O que nos define? Qual a nossa identidade vocacional e profissional? A resposta a estas perguntas está no meio social em que você convive ou na sua vida interior? Descubra agora o método definitivo de orientação vocacional e profissional com base na psicologia dos arquétipos.

A etimologia da palavra vocação se refere a um chamado interior, assim descobrir sua vocação está associado buscar ouvir a sua voz interior, neste sentido significa algo mais profundo, olhar para dentro de si e atender o chamado interno da alma.

A vocação se manifesta em dupla direção: é o chamado e a resposta a ele, pois atua no plano da alma, nos aspectos inconscientes da psique e no plano da consciência que envolve nossas escolhas e predisposição a comportamentos específicos.

Orientação Profissional

Por sua vez profissão se refere a realização de um trabalho especializado numa sociedade no qual estamos inseridos, logo deve haver uma relação de correspondência o que somos em nosso interior e que devemos externar na forma de um trabalho.

A descoberta de nossa identidade profissional, se refere a saber o nosso papel social e assim dedicar a este da melhor forma possível, cujo resultado é uma vida profissional feliz.

Embora de forma bastante sutil e aparentemente com pouco importância, o conhecimento  real de nossa vocação tem implicações tremendas por toda a vida. A resposta sobre o que é nossa vocação nos leva a fazer a correspondência entre a nossa profissão e nosso arquétipo pessoal.

orientação vocacional e profissional

Orientação vocacional

Do mesmo modo descobrir sua vocação se refere a conhecer a sua persona ou seja descobrir  qual a máscara social  representa nossos papéis sociais que assumimos numa sociedade; que por sua vez representa o seu trabalho.

 Carl Jung conceitua de “Persona é mascara posta pelo indivíduo em resposta as conversões e tradições sociais

Para o psicólogo Carl Jung criador da psicologia analítica, os arquétipos, é a base que é base deste trabalho, são os fenômenos psicológicos são conceituados com fenômenos anímicos, ou seja, são manifestações da alma.

Isto é uma mudança radicalmente no paradigma cientifico sobre a natureza humana, logo o processo de orientação vocacional, nesta concepção é saber qual arquétipos estamos vivenciando e assim buscar evoluir como pessoal é vivenciar diferentes arquétipos durante a vida.

Os sinais desta vocação pode ser percebido ainda na fase de escola, Carl Jung explica que  a finalidade da escola não encher a cabeça dos jovens de conhecimentos técnicos, mas contribuir para que os jovens torne-se consciente de si, descubra a sua paixão, assim o objetivo é os estudantes encontre seu propósito, sua vocação o quanto mais cedo possível.

Assim desde cedo se um estudante descobre sua vocação e começa a estudar sem para rapidamente chegara no limite do conhecimento nesta área, por exemplo se o seu talento for curar pessoas e identificar doenças este por foco e muita pesquisa conseguira encontrar  a cura de uma doença considerar incurável e assim salvar milhares de vidas.

Outro exemplo desce cedo um estudante descobre que sua vocação é ensinar e educar as pessoas; então por empregar paixão e foco no seu trabalho certamente encontrara um método para erradicar o analfabetismo numa região ou ainda uma técnica para que crianças com necessidades especiais consiga apreender na mesmo proporção que os demais.

orientação vocacional e profissional

O método arquétipos de orientação vocacional

O método arquétipos de orientação vocacional e profissional foi idealizado entre outras metas a de sugerir novos caminhos para novos padrões de compreensão da realidade, portando o conhecimento aqui apresentado trata-se de uma atualização necessária do tema orientação profissional para o século XXI.

Neste método lhe será apresentado o processo real e definitivo de orientação vocacional em três passos, conhecer sua persona, entender as doze áreas da atividade humana e fazer a relação entre ambas, isso de forma fácil e prática.

Todos os testes e métodos de orientação vocacional e profissional foram revisados e refutados seja por ser incompatível com a psicologia dos arquétipos ou por estarem incompletos em suas abordagens. Veja um resumo abaixo dos principais testes vocacionais:

método-arquétipos-orientação-vocacional

Teste Vocacional

TESTE EMEP – Escala de Maturidade para a Escolha Profissional, este teste foi criado pela psicóloga brasileira kathia Neiva, este tem base no nível de maturidade do aluno na escolha de sua profissão; contudo se referindo ao estado de desenvolvimento da pessoa com base em noção de nível de cognição de piaget.

TESTE RIASEC: esta sigla significa: Realistico, Investigativo,Artisitco,Social, Empreededor e Convencional, foi criado pelo psicólogo norte americano Jonh Holland. Este teste associa as características vocacionais da personalidade com o ambiente profissional, porém é incompleto porque não abrange todos os talentos e inteligências dos arquétipos.

TESTE DISC: esta sigla significa: Dominância (D), Influência (I), Estabilidade (S) e Complacência (C), foi criado pelo psicólogo William Moulton Marston, o teste busca fazer uma associação entre o comportamento das pessoas e determinados ambientes. Deste modo define todas as pessoas possuem em comum apenas quatro características inerentes e um perfil irá ter predominância. Isto contradiz a tese dos dose arquétipos do inconsciente coletivo.

TESTE 9 INTELIGÊNCIAS: Este teste se base na famosa teoria das múltiplas inteligências do psicólogo norte americano Howard Gardner, as nove inteligências são: existencial,visual,corporal,humanistica,interpessoal,linguística,matemática,musicale naturalística. Também é incompleto porque não abrange todos os talentos e inteligências dos arquétipos.

TESTE CLIFTON FINDER– Este tese tem base na psicologia positiva do psicólogo norte americano Donald Clifton, o teste busca identificar os talentos das pessoas, sendo que visa  selecionar cinco talentos entre trinta e quatro talentos comuns a todas as pessoas. Assim os arquétipos são moldes de talentos cujo conteúdo serão as diversas profissões cuja totalidade é maior do que as três dezenas.

TESTE MTBI– Este teste foi criado pela psicóloga americana Isabel Briggs Myers, que busca identificar a personalidade de uma pessoa e assim associar ao perfil de trabalho; contudo usa o critério dos tipos psicológicos  de Carl Jung como parâmetro para definir a vocação; que deveria ser com base na persona do indivíduo.

TESTE BBT – se refere a um Teste de Fotos de Profissões, foi criado pelo psicólogo suíço Martin Achtnich com base no uso de imagens de ambientes de trabalho das diversas profissões. Buscar identificar a afinidade visual de uma pessoa com determinadas fotos de determinada atividade profissional. Contudo este teste busca apenas oito fatores como elementos de inclinação de interesses profissionais.

TESTE LIP – levantamento de interesse profissional, este teste foi criado pelo psicólogo Carlos Del Nero. Este teste organiza todas as atividades profissionais em oito grupos, contudo com base na psicologia dos arquétipos surge uma nova tese cujo significado é uma mudança de paradigma no tema, a tese das 12 áreas da atividade humana.

Arquétipos e Profissões

Atualmente no brasil e no mundo é grande número de pessoas frustradas em suas profissões em grande parte se dar devido nunca ter tida a oportunidade de fazer uma orientação vocacional, que está sendo mostrado agora.

Outra ponto importante é que todas os teste e métodos dos especialistas no assunto orientação vocacional e profissional, claramente se observa que alguns conceitos e ferramentas não coincidiam a realidade das profissões e com a psicologia das pessoas, sobretudo a psicologia dos arquétipos; que é aceita no mundo inteiro e ainda pouco conhecida no meio educacional e escolar brasileiro.

Os arquétipos são os guias de nossa vocação essa é a principal informação a ser entendida neste tema, deste modo este conhecimento será necessário para os jovens na escolha de sua primeira profissão e também para adultos que desejam mudar de profissão.

Descubra sua vocação com o E-book: Arquétipos e Profissões, pois é Somente quando descobrimos nossa vocação e consequentemente a nossa profissão  é que quando o nosso trabalho nos traz realização, assim devemos descobrir a nossa paixão pela profissão, o que você gosta de fazer.

Arquétipos e Profissões
Diga-nos o que achou?